Plano CV cota 7,7997024 | Plano PAI I cota 1,4470186 | INPC 0,37% | Poupança 0,47% Dados Outubro
INFRAPREV

Patrimônio cresce e planos têm superávit técnico em 2014

10/03/2015

O INFRAPREV registrou, em 2014, crescimento do patrimônio de 11,90%, superando da meta atuarial (INPC+ 5% ao ano) de 11,65%, fechando o ano com R$ 2.697 bilhões. A rentabilidade ficou próxima à meta atingindo 11,08%, mas superou a taxa média do segmento de previdência complementar que foi de 10,50%.

O INFRAPREV registrou, em 2014, crescimento do patrimônio de 11,90%, superando da meta atuarial (INPC+ 5% ao ano) de 11,65%, fechando o ano com R$ 2.697 bilhões. A rentabilidade ficou próxima à meta atingindo 11,08%, mas superou a taxa média do segmento de previdência complementar que foi de 10,50%.
Os planos CV, BDI Saldado e BDII encerraram o ano com superávit técnico. O CV registrou superávit de R$ 10.060 milhões, o BDI Saldado de                   R$ 9.235 milhões e o BDII de R$ 2.364 milhões. Esses valores excedentes, de cada plano, foram utilizados para a constituição da Reserva de Contingência, conforme legislação vigente. O BDII ainda formou Reserva Especial para revisão do plano.
O desempenho no ano passado é satisfatório, considerando que o mercado financeiro não foi favorável aos investimentos. A Copa do Mundo prejudicou a capacidade de produção do país em junho, devido ao menor número de dias de trabalho. Com isso, alguns ativos foram afetados. O segundo semestre foi marcado pela corrida eleitoral, o que tornou o mercado volátil. PIB, crédito, alta inadimplência e inflação alta também foram influentes, em menor escala.
Mesmo com cenários desfavoráveis, os segmentos de renda fixa e empréstimos ficaram acima da meta atuarial, 14,69% e 14,84% respectivamente. A renda variável obteve 5,53% e superou o Ibovespa (índice da Bolsa de Valores) que foi negativo 1,94%. Os investimentos estruturados atingiram 3,66% e o fraco desempenho foi em razão de haver, na carteira, fundos de participações em período de investimento. Imóveis tiveram rentabilidade de 7,20%
No longo prazo o resultado é muito positivo e dá maior segurança quanto ao pagamento dos benefícios atuais e futuros. De 2003 a 2014, o patrimônio líquido teve crescimento de 494,84% e supera em 201,76 pontos percentuais a meta atuarial no mesmo período de 293,08%. A rentabilidade dos investimentos alcançou 399,92% também acima da meta.O INFRAPREV registrou, em 2014, crescimento do patrimônio de 11,90%, superando da meta atuarial (INPC+ 5% ao ano) de 11,65%, fechando o ano com R$ 2.697 bilhões. A rentabilidade ficou próxima à meta atingindo 11,08%, mas superou a taxa média do segmento de previdência complementar que foi de 10,50%.

Os planos CV, BDI Saldado e BDII encerraram o ano com superávit técnico. O CV registrou superávit de R$ 10.060 milhões, o BDI Saldado de R$ 9.235 milhões e o BDII de R$ 2.364 milhões. Esses valores excedentes, de cada plano, foram utilizados para a constituição da Reserva de Contingência, conforme legislação vigente. O BDII ainda formou Reserva Especial para revisão do plano.

O desempenho no ano passado é satisfatório, considerando que o mercado financeiro não foi favorável aos investimentos. A Copa do Mundo prejudicou a capacidade de produção do país em junho, devido ao menor número de dias de trabalho. Com isso, alguns ativos foram afetados. O segundo semestre foi marcado pela corrida eleitoral, o que tornou o mercado volátil. PIB, crédito, alta inadimplência e inflação alta também foram influentes, em menor escala.

Mesmo com cenários desfavoráveis, os segmentos de renda fixa e empréstimos ficaram acima da meta atuarial, 14,69% e 14,84% respectivamente. A renda variável obteve 5,53% e superou o Ibovespa (índice da Bolsa de Valores) que foi negativo 1,94%. Os investimentos estruturados atingiram 3,66% e o fraco desempenho foi em razão de haver, na carteira, fundos de participações em período de investimento. Imóveis tiveram rentabilidade de 7,20%

No longo prazo o resultado é muito positivo e dá maior segurança quanto ao pagamento dos benefícios atuais e futuros. De 2003 a 2014, o patrimônio líquido teve crescimento de 494,84% e supera em 201,76 pontos percentuais a meta atuarial no mesmo período de 293,08%. A rentabilidade dos investimentos alcançou 399,92% também acima da meta.

 

CarteiraPorcentagem do Patrimônio Dez/2014Rentabilidade 2003 a 2014Rentabilidade 2003 a 2014
Renda Variável

12,15%

413,10%293,08%

Renda Fixa

56,27%

324,68%293,08%

Empréstimos

8,32%

979,62%293,08%
 
Imóveis

6,56%

1.105,28%293,08%
 
Carteira

Porcentagem do Patrimônio Dez/2014

Rentabilidade 2009 a 2014Meta Atuarial
 
Ivestimentos Estruturados*16,72%80,46%90,93%

              *Carteira criada em 2009