Plano CV cota 7,7997024 | Plano PAI I cota 1,4470186 | INPC 0,37% | Poupança 0,47% Dados Outubro
INFRAPREV

Rentabilidade fica acima da meta atuarial e de indicadores financeiros

27/08/2012

Mesmo com a crise internacional e a redução da taxa de juros que estão dando trabalho aos fundos de pensão no atingimento das metas, o INFRAPREV obteve um bom resultado nos sete primeiros meses deste ano. A rentabilidade de 6,86% superou a meta atuarial de 6,65%, assim como o patrimônio que teve aumento de 8,68%.

Comparado com outros indicadores financeiros, o resultado foi mais significativo. A poupança, por exemplo, rendeu 3,84%, resultado 2,91% abaixo do Instituto. O IPCA (Índice de Preço ao Consumidor Amplo) atingiu 2,76%, o CDI rendeu 5,30% e o Ibovespa (Índice da BM&FBovespa) fechou negativo em 1,16%.

A gerente de Análise de Investimentos, Maria Aparecida Donô, informou que a adoção de uma estratégia em operações de giro da carteira de renda variável e a atuação junto a empresas voltadas para a economia doméstica, em detrimento das empresas mais dependentes do mercado externo, contribuíram para que a rentabilidade de 1,14% neste segmento superasse o Ibovespa.

Os investimentos estruturados apresentaram a melhor performance no período, com rentabilidade de 14,49% para uma meta do segmento de 7,44%. Esta carteira é composta por fundos de investimentos em participações (FIP) e pelos fundos de investimentos imobiliários (FII).

Os bons resultados do INFRAPREV decorrem de uma política de investimento que alia rentabilidade e segurança, de forma a permitir a gestão dos recursos com uma visão estratégica e de longo prazo. O Instituto encerrou o mês de julho com patrimônio de R$ 2,070 bilhões.